Prova de gestão prepara estudantes para a vida empresarial

in Expresso, 21 de maio de 2021

Legenda da Foto: Clara Raposo, presidente do ISEG

Dezenas de alunos de diferentes graus de ensino do ISEG estão a disputar em equipa a 42.ª edição desta competição.

Ao longo das semanas de prova do Global Management Challenge 2021 as equipas têm de tomar decisões de gestão, de lidar com o impacto dessas mesmas decisões e de trabalhar em prol de um objetivo comum, num ambiente competitivo. Para Clara Raposo, presidente do Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG), a aprendizagem obtida neste desafio auxilia na preparação dos seus estudantes para o mercado de trabalho.

O ISEG desenvolve em conjunto com a SDG quatro edições anuais de competições internas que utilizam a metodologia do Global Management Challenge e envolvem centenas de alunos. “Três fazem parte dos currículos de três mestrados, nomeadamente do ISEG MBA, do mestrado em Ciências Empresariais e do novo Master’s in Management. Temos também uma edição aberta a toda a nossa comunidade de estudantes, o ISEG Management Challenge”, explica Clara Raposo. As equipas que vencem estes programas têm entrada direta para a prova nacional, em representação da sua escola. Mas muitas outras equipas que por aqui passam também se inscrevem, numa ótica de continuar a aprendizagem já iniciada.

Para Clara Raposo “o simulador permite que estes estudantes, com diferentes níveis de experiência prévia e formações de base variadas, tenham uma aproximação ao que é a realidade de uma equipa de gestão que tem de tomar decisões de forma rápida e coesa. A gestão do tempo, liderança, o trabalho em equipa, a pesquisa, capacidade de recolha e análise de informação em tempo recorde e o assumir uma decisão são mais-valias destes programas”.

Já a competição nacional “para muitos destes estudantes é o primeiro contacto com a integração de diferentes áreas da gestão que nas universidades tendem a ser ensinadas de forma parcelar. É essa interdisciplinaridade que aqui se adquire, o entendimento do impacto de uma decisão em todas as áreas da gestão da empresa. O ambiente de ‘competição saudável’ e a necessidade de o saber enfrentar é também um ensinamento que prepara para o mercado de trabalho”, salienta Clara Raposo.

Catarina Silva lidera a equipa ISEG/Mim/Master5 formada por estudantes do Master In Management. “Na competição nacional esperamos delinear novas estratégias, de as operacionalizar, aperfeiçoando a nossa capacidade estratégica e de planeamento”, frisa a líder. Defende que esta é “uma oportunidade de explorar todas as aprendizagens do mestrado e licenciatura e de estar em contacto prático com diferentes partes de uma empresa, o que pode ajudar a perceber onde gostaríamos de trabalhar no futuro. Somos também capazes de compreender como cada sector de uma empresa funciona em conjunto, podendo desafiar-nos em diferentes formas de trabalho em equipa e capacidade de organização”.

Já para Pedro Soares Franco, chefe da equipa Mollitiam By ISEG MBA, de alunos do ISEG MBA, a competição nacional oferece a possibilidade de “colocar em prática o saber académico”.

Elisabete Fino integra a equipa ISEG/IDEFE/Oh Jovens!, de alunos da licenciatura em Matemática Aplicada às Ciências Socais. “O Global Management Challenge permite continuar a aprendizagem realizada, já que no ISEG Management Challenge conseguimos ganhar alguma sensibilidade prática da área do negócio”. Ricardo Razina, seu colega de equipa, espera “desenvolver competências para gerir bem uma empresa e cumprir os objetivos pretendidos”.

A equipa liderada por Diogo Moreira da Silva, a ISEG MCE/4 em 1, é formada por estudantes do mestrado em Ciências Empresariais. Nesta prova pretendem aplicar conhecimentos de gestão adquiridos e desenvolver competências de análise empresarial. “Participar num desafio como este que simula a realidade da gestão empresarial permite ganhar reconhecimento e visibilidade numa área extremamente competitiva”, finaliza.

ARRANQUE DA COMPETIÇÃO

Começou esta semana a primeira volta do Global Management Challenge 2021. Estão em prova 332 equipas, distribuídas por 55 grupos, das quais 286 são formadas por estudantes universitários, 43 por quadros e as restantes três são mistas, ou seja, integram estudantes e quadros. Após a tomada desta primeira decisão as formações em prova enfrentam mais cinco semanas de competição. A Accenture Portugal é atualmente a empresa com mais equipas na liderança de grupos, com o total de cinco. Seguem-se-lhe a IT Sector, CGD e IEFP, com quatro equipas cada, na chefia de grupos.

Consulte a Classificação da Primeira Volta do Global Management Challenge 2021: (clique aqui)

Jornalista/Expresso: Maribela Freitas
Fotógrafo/Expresso: Ana Baião

Últimas Notícias

Patrocinadores

Apoios

Organização

Contacte-nos

Tem alguma questão? Envie-nos uma mensagem rápida, e respondemos o mais rápido possível.

Não consegue ler? Mude o texto. captcha txt

Insira o texto para pesquisar e pressione Enter

iefp valadas8 jan 2021