Final internacional de 2020 vai ser disputada por 23 países

in Expresso, 3 de setembro de 2021

Legenda da Foto: João Matoso Henriques, da SDG, com Vyacheslav Shoptenko, co-organizador da competição na Rússia

Portugal marca presença neste evento, que se realiza de 27 a 29 deste mês na cidade russa de Niznhy Novgorod.

A Rússia acolhe pela quarta vez uma final internacional do Global Management Challenge. A cidade de Niznhy Novgorod é a anfitriã deste evento, que se rea­liza entre os dias 27 e 29 deste mês e onde são esperadas as equipas de 23 países, incluindo Portugal, que será representado por uma equipa de estudantes.

João Matoso Henriques, CEO da SDG, empresa que há mais de 40 anos organiza esta competição de estratégia e gestão em parceria com o Expresso, explica que “Angola, Austrália, Bielorrússia, Brasil, China, Colômbia, Equador, Espanha, Estónia, Índia, Itália, Macau, México, Panamá, Peru, Polónia, Portugal, Quirguistão, República Checa, República Eslovaca, Rússia, Senegal e Tajiquistão já confirmaram a presença, mas são esperados cerca de 23 países”. Um número que não está ainda fechado devido às condicionantes impostas pela covid-19. Esta será a primeira final internacional presencial após o início da pandemia e reúne as equipas vencedores da edição de 2020 nos países onde o Global Management Challenge está presente.

UM EVENTO DIFERENTE
“Sabemos que esta final não será ainda como as anteriores, devido a todas as restrições que temos relacionadas com a pandemia, mas é um passo muito importante para o regresso à normalidade. Será uma competição realizada de forma pouco habitual e a grande diferença deve-se ao facto de a maioria das equipas estar presente na Rússia, mas com algumas a competir online nos seus países. Foi a forma encontrada para conseguir realizar o evento contando com o maior número possível de países”, revela João Matoso Henriques.

A oportunidade de realizar a final mundial em Niznhy Novgorod partiu da Ranepa, Academia Presidencial Russa de Economia Nacional e Administração Pública, que organiza a competição neste país. A cidade comemora este ano o 800º aniversário da sua fundação e este evento mundial insere-se nas comemorações desta data. Esta é uma zona industrial, uma das mais importantes do centro da Rússia, e conta com mais de 600 empresas. Entre as suas atrações figuram diversos monumentos culturais e desportivos.

Vyacheslav Shoptenko, da organização russa da prova, conta que “este ano estamos a celebrar a realização da 15ª edição da competição no nosso país”. Espera que “a final internacional de 2020, com tantos países envolvidos, permita estabelecer relações internacio­nais e crie oportunidades de negócio para os participantes e parceiros do Global Management Challenge”.

Jornalista/Expresso: Maribela Freitas
Foto: D.R.

Últimas Notícias

Patrocinadores

Apoios

Organização

Contacte-nos

Tem alguma questão? Envie-nos uma mensagem rápida, e respondemos o mais rápido possível.

Não consegue ler? Mude o texto. captcha txt

Insira o texto para pesquisar e pressione Enter

FotoFilipaok