SDG
EXPRESSO
SIC
|

Sobre o Global Management Challenge

Como Surgiu?

Lançado em Portugal em 1980, o Global Management Challenge tornou-se na maior Competição Internacional de Estratégia e Gestão!

Esta iniciativa portuguesa é organizada pela SDG – Simuladores e Modelos de Gestão e pelo Jornal EXPRESSO, tendo alcançado, ao longo dos anos, um enorme sucesso tornando-se um evento de elevada notoriedade e visibilidade, prestigiando as organizações que nele participam.

Foi num cenário de grande esperança no futuro, apesar das contingências que afectavam a economia portuguesa, que Luís Alves Costa decide lançar uma competição baseada num simulador de gestão. Após assistir a uma apresentação realizada por um grupo de professores da Universidade de Strathclyde, sobre um modelo informático que permitia aos alunos testarem várias soluções para uma mesma empresa, verificando-se depois quais eram as diferentes consequências dessas decisões.

Luís Alves Costa depressa percebeu que esse mesmo modelo traduzido e aperfeiçoado, poderia testar as capacidades dos gestores portugueses, ficando logo atraído pela ideia de uma competição que poderia ser estimulante para os quadros das empresas.

Era agora preciso divulgar a ideia, impondo-se a necessidade de encontrar um parceiro na área dos media. O semanário Expresso, pelo prestígio que conseguiu ao longo dos anos que antecederam e se seguiram à instauração da democracia, era a solução ideal. Francisco Pinto Balsemão ficou cativado pelo projecto e assim se estabeleceu uma aliança que ainda hoje perdura, com excelentes resultados.

O lançamento da competição, na edição do Expresso de 18 de Agosto de 1979, já dizia bastante do que viria a ser este evento. “Muito mais do que um jogo, é um problema de sobrevivência. Tal como na vida real, no Global Management Challenge sobrevivem os mais capazes,” referia Francisco Pinto Balsemão.

Francisco Pinto Balsemão e Luís Alves Costa no Almoço de lançamento da 35º edição da prova – Foto Luís Faustino

Depois da sua estreia em Portugal, em 1980, e na sequência do seu sucesso e reconhecimento junto das empresas, a competição tornou-se exportável e rapidamente se expandiu por todo o mundo. Ao longo de várias edições, foi ganhando cada vez mais prestígio e mais participantes.

A partir de determinada altura, a SDG começou a ser contactada por potenciais parceiros estrangeiros que pretendiam organizar a competição nos seus próprios países.

Presente actualmente em mais de 30 países, o sucesso alcançado pelo Global Management Challenge assenta no desenvolvimento de competências de estratégia e gestão dos participantes, no prestígio das organizações envolvidas, pela sua notoriedade e visibilidade nos media nacionais e internacionais e na promoção do networking pessoal, empresarial e internacional

Com mais de 35 anos, o Global Management Challenge já envolveu mais de 500 mil quadros de empresas e estudantes universitários de todo o mundo contribuindo para este sucesso todo o envolvimento dos seus patrocinadores, apoiantes, júri, media partners e às milhares de equipas que anualmente participam nesta competição com o objectivo de conquistar o Título de Melhor Equipa Nacional e assim poder disputar o Título Mundial.

Datas Marcantes do Global Management Challenge

1940
LANÇAMENTO A 1ª EDIÇÃO DA COMPETIÇÃO EM PORTUGAL, COM 124 EQUIPAS
1950
início da internacionalização, com a entrada no Brasil, país que vence a 1ª Final Luso-brasileira.
1960
realização da 1ª Final Internacional, em que participam três países – Brasil, Portugal e Reino Unido.
1970
conquista de quatro novos países, totalizando sete países em competição: Brasil, Espanha, Grécia, Itália, Portugal, Reino Unido e Suíça.
1980
entrada no mercado asiático, com a adesão de Macau e da China. Competem oito países: Brasil, China, Espanha, França, Itália, Macau, México e Portugal.
1990
celebração do 20º aniversário e Portugal recebe a Final Internacional.
2000
lançamento do novo logótipo e reafirmação da marca internacional - Global Management Challenge. A presença no Leste europeu torna-se cada vez mais forte, sendo já 24 os países em competição.
2000
comemoração do 30º aniversário, com presença em 30 países, obtendo um importante reconhecimento - a Certificação Technology Enhanced Learning (CEL), atribuída pela EFMD (European Foundation for Management Development), que confirma a qualidade do simulador como programa de desenvolvimento e formação profissional avançado
2000
Portugal bate o recorde de número de equipas inscritas com 640 equipas em competição. Entrada nos Estados Unidos da América.
2000
realização da Final internacional na Rússia.
2000
comemoração do 35º aniversário do Global Management Challenge, estando presente em mais de 30 países, com mais de meio milhão de participantes.

Em que consiste?

O Global Management Challenge é uma competição internacional de estratégia e gestão. Consiste numa simulação empresarial interactiva em que cada equipa gere uma Empresa com o objectivo de obter o melhor desempenho do investimento para a sua empresa no mercado em que se insere.

Ao tomarem decisões de gestão de topo, os participantes passam pela análise de indicadores económicos/ financeiros, ganham uma visão mais alargada e estratégica de uma empresa, compreendem a interacção entre as diferentes áreas funcionais e o impacto que as suas decisões podem ter numa organização, tendo em conta as condicionantes do mercado em que competem e a máxima satisfação do cliente e do accionista.

O Global Management Challenge é disputado em duas voltas, uma Final Nacional e uma Final Internacional

  • Trainee

    entre Março e Abril (fase de treino opcional)

  • 1ª Volta

    entre Maio e Junho

  • 2ª Volta

    entre Setembro e Outubro

  • Final Nacional

    Novembro

  • Final Internacional

    Abril (ano seguinte)

Porquê participar?

A SDG, através desta metodologia, contribui para o desenvolvimento de competências em matéria de gestão, não só dos gestores portugueses como dos gestores dos países onde a competição está presente. Assume, deste modo, um papel importante na economia, pois prepara os participantes estudantes para a sua inserção no mercado e potencia uma excelente aquisição de conhecimentos, permitindo que os participantes desempenhem um papel activo na sociedade.

A participação no Global Management Challenge, através da inscrição de uma Equipa de Quadros, de Estudantes ou Mista (quadros e estudantes), permite beneficiar de:

Desenvolvimento de competências – Aumento de performance em competências de estratégia e gestão e o aperfeiçoamento de business skills, como a liderança, a tomada de decisão e o trabalho em equipa, entre outras.

Responsabilidade Social – Patrocínio de equipas de Estudantes Universitários, contribuindo para o desenvolvimento de competências de estratégia e gestão, permitindo-lhes uma melhor integração no mercado de trabalho.

Networking – Os eventos empresariais permitem estabelecer ou estreitar relações com outras Empresas/Instituições e equipas participantes.

Prestígio – Com origem em Portugal em 1980 e presença, em mais de 30 países, a competição já envolveu mais de 500.000 participantes em todo o mundo, com o objectivo de conquistar o título de Melhor Equipa Nacional e assim poder disputar o título Mundial.

Promoção – A associação do Global Management Challenge ao Jornal Expresso e à SIC confere uma enorme projecção nacional a esta competição e a todos os parceiros envolvidos.

Comunicação Institucional – Partilha do seu Brand junto do meio empresarial, académico e media por estarem envolvidos num projecto de sucesso internacional.

Prémios

A equipa vencedora da Final Nacional do Global Management Challenge:

  • Ganha uma viagem Intercontinental da TAP para cada elemento da equipa
  • E representa Portugal na Final Internacional, defrontando as equipas vencedoras dos outros países participantes

Jurí

O papel do júri é acompanhar e apoiar o Global Management Challenge. Visa prestigiar e conferir o funcionamento da competição e a sua decisão será soberana numa situação de dúvida/esclarecimento perante os participantes.

O júri é composto por quatro personalidades de reconhecido prestígio:

  • Dr. Vítor Constâncio
    Dr. Vítor ConstâncioVice Presidente do Banco Central Europeu
    • Dr. Miguel Horta e Costa
      Dr. Miguel Horta e CostaVice Presidente do Haitong Bank
      • Prof. Dr. Alberto de Castro
        Prof. Dr. Alberto de CastroProfessor da Faculdade de Economia e Gestão da Universidade Católica Portuguesa do Porto
        • Dr. António Castro Guerra
          Dr. António Castro GuerraProfessor do Instituto Superior de Economia e Gestão

          Sobre o Simulador

          Em 2013, foi lançada a nova versão do simulador, revista na sua totalidade, o que permitiu introduzir mais decisões na simulação, como sejam uma maior sensibilização para a preservação do meio ambiente, a possibilidade de fazer outsourcing na produção, a expansão da fábrica, uma maior aposta na formação como forma de retenção de talentos, a emissão e recompra de acções. Estes novos factores de decisão levaram por isso, a um novo critério de avaliação da simulação vencendo a equipa que obtiver o melhor desempenho do investimento, sem dúvida mais adequado ao mercado actual.

          O modelo do simulador empresarial utilizado no Global Management Challenge foi concebido e desenvolvido pelos sócios da EDIT 515 U.K., professores do Departamento Operacional de Pesquisa da Universidade de Strathclyde na Escócia (tema chave do grau de Master of Business Administration da Scottish Business School).

          A SDG e a EDIT 515 U.K. são parceiros no desenvolvimento e aperfeiçoamento do Simulador, de forma a responder às necessidades presentes da sociedade e à evolução das tecnologias.

          Acreditação

          O Global Management Challenge voltou a receber em 2013 a prestigiada acreditação EFMD – CEL. Para a organização da competição receber novamente esta acreditação é a prova da qualidade do programa que desenvolvem.

          Esta acreditação volta a reconhecer o Global Management Challenge como um programa de desenvolvimento e formação profissional avançado de qualidade. Sendo um programa de simulação de estratégia de gestão que reúne participantes de todo o mundo, esta competição portuguesa contribui para a formação avançada de qualidade de estudantes e executivos a nível internacional.

          A EFMD – European Foundation for Management Development é uma organização global dedicada ao desenvolvimento contínuo da gestão e que conduz programas de certificação, entre os quais o CEL que se destinam a melhorar os parâmetros dos programas de ICT-based learning.

          Contacte-nos

          Tem alguma questão? Envie-nos uma mensagem rápida, e respondemos o mais rápido possível.

          Não consegue ler? Mude o texto. captcha txt

          Insira o texto para pesquisar e pressione Enter