Prova reforça aprendizagens

in Expresso, 26 de setembro de 2020

Legenda da Foto: Arnaldo Costeira, do ISEC Lisboa, encara a prova como um desafio prático de gestão

O ISEC Lisboa quer integrar a segunda edição da primeira volta do Global Management Challenge com equipas de estudantes de licenciaturas e mestrados.

Uma metodologia que reforça o processo de aprendizagem é como Arnaldo Costeira, docente e diretor-geral de Comunicação e Relações Externas do Instituto Superior de Educação e Ciências — ISEC Lisboa, encara o Global Management Challenge. A escola está a divulgar a competição junto dos seus alunos, para os motivar a participar ainda este ano, pela primeira vez, neste desafio prático de gestão.

Na opinião de Arnaldo Costeira, esta competição promove e desenvolve uma “cultura de excelência em gestão a que nenhuma academia pode ficar indiferente. Este é também um vetor estratégico para a nossa instituição de ensino, a que se junta a busca permanente de novas metodologias que permitam reforçar o processo de aprendizagem dos nossos alunos, ampliando as suas competências em linha com a realidade do mercado de trabalho”. Acrescenta que este desafio dá aos estudantes técnicas e ferramentas de gestão bem como a oportunidade de se desafiarem em desafios práticos.

Na competição, os estudantes aprendem a ser resilientes, a inovar e a trabalhar em equipa.

Para já, a participação será voluntária, mas o professor não descarta a possibilidade de o Global Management Challenge vir a ser incluído nos planos curriculares das disciplinas de gestão, nucleares na maioria da oferta formativa do ISEC Lisboa. “É fundamental hoje que o ensino superior disponibilize uma formação holística e integral. Às competências e capacidades técnico-científicas devemos somar as competências pessoais, interpessoais e comportamentais”, afirma Arnaldo Costeira. A excelência, superação, resiliência, sentido estratégico, competitividade, inovação, capacidade tática, trabalho em equipa e visão 360 são algumas das aprendizagens que seguramente terão, segundo o docente, na competição.

Encontrarão ainda na prova uma ligação ao mundo das empresas, ao mercado de trabalho, à realidade onde a curto prazo irão colocar em prática o que aprenderam. “Considero que esta iniciativa não será apenas uma porta de entrada para o mercado de trabalho, mas será seguramente uma porta que abrirá inúmeras janelas de oportunidades de saídas profissionais”, declara Arnaldo Costeira. O professor costuma dizer aos seus alunos que “não é possível pensar fora da caixa sem conhecer primeiro o que está dentro da caixa, não há inovação sem conhecimento efetivo. O Global Management Challenge é uma excelente oportunidade para preparar os estudantes para conhecerem ‘a caixa’ e desenvolverem estratégias para pensar fora desta”.

Jornalista/Expresso: Maribela Freitas
Fotógrafo/Expresso: Tiago Miranda

Últimas Notícias

Patrocinadores

Apoios

Organização

Contacte-nos

Tem alguma questão? Envie-nos uma mensagem rápida, e respondemos o mais rápido possível.

Não consegue ler? Mude o texto. captcha txt

Insira o texto para pesquisar e pressione Enter

isctefeatured-2