SDG
EXPRESSO
SIC
|

Prova com nova certificação na área da gestão

in Expresso, 21 de Julho 2018

Legenda da foto: Eric Cornuel, CEO da EFMD, com João Matoso Henriques, CEO da SDG, e Keith Pond, diretor da certificação EOCCS

O Global Management Challenge recebeu 
o selo EOCCS da EFMD — The Management
 Network, como curso 
online de gestão

A EFMD — The Management Development Network, uma organização global dedicada ao desenvolvimento contínuo da gestão e que conduz programas de certificação, atribuiu recentemente ao Global Management Challenge o selo EOCCS, para cursos online. Para João Matoso Henriques, CEO da SDG, esta é uma certificação de topo que garante qualidade a esta competição que vai já na sua 39ª edição.

Com sede em Bruxelas a EFMD conta com mais de 900 instituições entre os seus membros, entre os quais se contam escolas de negócios de várias universidades, serviços públicos e empresas, distribuídas por 88 países. Entre os serviços que presta contam-se diversas certificações, nomeadamente a EOCCS (Online Course Certification System) que a competição organizada pela SDG e o Expresso recebeu no mês passado.
“Esta certificação dirige-se a cursos online das escolas de negócios das universidades e a competição é considerada por esta entidade como uma plataforma online e como um curso”, explica João Matoso Henriques. Acrescenta que a EFMD “defende que os participantes ao integrarem o Global Management Challenge tem acesso a conteúdos e a uma plataforma que através de um modelo de competição lhes passa conteúdos e conhecimentos que depois podem aproveitar melhor ou pior, dependendo da intensidade e da qualidade com que o façam”.

Antes da certificação EOCCS, criada em 2016, o Global Management Challenge já tinha obtido por parte da EFMD uma outra certificação que entretanto deixou de existir. Apesar da ligação que já existia e para obter o EOCCS esta iniciativa teve de passar por um processo de certificação de raiz.

Para a obtenção deste selo de qualidade foram analisados todos os processos da competição e foram ouvidos pelos certificadores desde participantes a patrocinadores, bem como clientes desta prova. Entre o painel de avaliadores independentes que estiveram envolvidos nestes trâmites, estiveram presentes dois especialistas em simuladores. “De três em três anos e para se continuar certificado há uma revisão deste processo”, salienta o CEO da SDG. Na sua opinião este selo “dá credibilidade à competição. Por exemplo, as empresas quando apoiam uma equipa de quadros sabem que estão a obter para os seus colaboradores uma formação com um selo de qualidade de uma instituição credível, que dá uma certificação de topo e onde estão representadas centenas de universidades de vários países”, finaliza João Matoso Henriques.

Jornalista/Expresso: Maribela Freitas
Foto: DR

Últimas Notícias

Patrocinadores

Apoios

Parceiros

Contacte-nos

Tem alguma questão? Envie-nos uma mensagem rápida, e respondemos o mais rápido possível.

Não consegue ler? Mude o texto. captcha txt

Insira o texto para pesquisar e pressione Enter

inscricoes_0222Screenshot_2