SDG
EXPRESSO
SIC
|

Preparar os estudantes para os desafios da gestão

in Expresso, 27 de Outubro de 2018

Legenda da foto: Pedro Mendes, diretor do IPAM, à frente de um grupo de alunos e professores envolvidos nesta edição da competição

Em 2017 o Instituto Português de Administração de Marketing (IPAM Lisboa) apoiou a participação de duas equipas no Global Management Challenge. Na atual edição esse número subiu para 15 e a competição tornou-se obrigatória, com peso na nota, para os alunos da licenciatura em marketing e mestrado em gestão de marketing.

“A participação neste desafio enquadra-se no nosso propósito educativo, permitindo resolver problemas atuais com base em ferramentas também elas atuais, através da simulação da realidade empresarial. A competição permite precisamente desenvolver competências e aumentar os níveis de conhecimento de alunos e docentes”, explica Pedro Mendes, diretor do IPAM Lisboa. Defende que “no primeiro dia em que estes alunos entrarem no mercado de trabalho estarão preparados para responder a qualquer desafio interno ou externo”.

Pedro Mendes considera que nesta iniciativa os seus estudantes desenvolvem competências associadas à gestão empresarial e que farão a diferença no seu futuro profissional, como a liderança, trabalho em equipa ou a gestão de tempo. Quanto a competências técnicas ao nível do planeamento estratégico são trabalhados os processos de tomada de decisão, implementação e controlo.

Aos estudantes que estão a competir recomenda que se envolvam a 100% em todos os momentos da prova, que consigam aplicar os conhecimentos adquiridos no IPAM e possam ainda desenvolver competências complementares que se traduzam em tópicos de sucesso no futuro.

Experimentar a gestão

Ao todo são cerca de 70 os alunos da licenciatura e mestrado envolvidos na competição, distribuídos por 14 equipas, já que há mais uma equipa formada por professores.

David Mendes lidera a formação Fidelidade/Talentipam da qual fazem também parte Ana Rita Reis, Andreia Tiago, Tiago Abreu e Samuel Matos, alunos do mestrado em gestão de marketing. A competir na segunda edição da primeira volta contam que “estamos a aprender a gerir uma empresa, a trabalhar em equipa e até a interpretar resultados. É uma oportunidade importante para saber incluir o risco na tomada de decisão, dado tratar-se de um mundo virtual”. A expectativa destes alunos é elevada já que é a sua primeira experiência como executivos empresariais a “testar estratégias, bem como os conhecimentos que estamos a adquirir e princípios de gestão, como se pertencêssemos a uma grande empresa”, frisa David Mendes.

Maria Carlota Geraldes, Ana Carolina Mei, Dyanna da Silva, Camila Carneiro e Daniela Resendes formam a equipa KonicaMinolta/Ipam 2 são alunas da licenciatura em marketing e estão também a competir na segunda edição da primeira volta. Acreditam que esta é uma oportunidade formativa e esperam obter um bom resultado e se possível, chegar à final nacional. “Esta competição é importante para o meu futuro, já que poderei utilizar as competências aqui desenvolvidas na criação de uma empresa minha ou numa em que venha a trabalhar”, frisa Maria Carlota Geraldes. Já a sua colega de equipa, Camila Carneiro, salienta que “a prova mostra-nos situações da vida real que poderão ocorrer no futuro e assim poderei evitar erros e tomar as melhores decisões de gestão”.

Alunos versus professores

Mas não são só os alunos que estão envolvidos na competição. Uma equipa de cinco professores, liderada por Luís Raimundo Schwab, participou na primeira edição da primeira volta e não passaram à segunda volta. “A competição tem uma grande vantagem no sentido transversal das áreas que toca, marketing, produção, gestão das pessoas, finanças, entre outros, o que nos coloca na posição de analisar a empresa como um todo”, frisa. Apesar da sua equipa não continuar em prova, considera que esta foi uma experiência positiva no que respeita à interação dentro do grupo, nomeadamente ao nível da discussão de ideias gerada.

Em relação aos alunos Luís Raimundo Schwab salienta que não tendo ainda experiência profissional na área que estudam, a tomada de decisão é uma aprendizagem muito importante na sua evolução profissional.

REGRESSO DA PRIMEIRA VOLTA

Começou esta semana a segunda edição da primeira volta do Global Management Challenge 2018 com a tomada da primeira decisão. Esta etapa conta com 151 equipas distribuídas por 32 grupos que além desta decisão inicial de gestão terão de tomar mais quatro ao longo das próximas semanas. Na quinta e última decisão e como é habitual as equipas que estiverem na liderança do seu grupo e que no total serão 32 classificam-se para a segunda volta da prova que arranca no final de novembro. Das várias empresas que esta semana contam com formações no topo de grupos destaca-se a Accenture com seis, seguida da Garantia Mútua e do IEFP com cinco cada.

Link para o artigo completo aqui

Jornalista Expresso: Maribela Freitas

Fotógrafo Expresso: Ana Brígida

Últimas Notícias

Patrocinadores

Apoios

Parceiros

Contacte-nos

Tem alguma questão? Envie-nos uma mensagem rápida, e respondemos o mais rápido possível.

Não consegue ler? Mude o texto. captcha txt

Insira o texto para pesquisar e pressione Enter

COCO