SDG
EXPRESSO
SIC
|

Aplicar na prática a teoria académica

in Expresso, 24 de Maio de 2019

Legenda da foto: Equipa vencedora do ISEG Management Challenge integra a competição nacional.

Há dez anos que o ISEG participa com equipas de estudantes no Global Management Challenge.

Anualmente, o Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG) realiza em conjunto com a SDG uma competição interna similar ao Global Management Challenge para os seus alunos de licenciaturas e mestrados. Uma iniciativa que envolve em média 150 alunos e onde as equipas que chegam à final, têm passaporte direto para a competição nacional.

Há dez anos que decorre nesta instituição de ensino superior o ISEG Management Challenge. Este evento interno utiliza uma versão menos complexa do simulador, mas dá já às equipas uma perspetiva do que irão viver em cenário nacional. Também aqui se realizam duas voltas, há uma final e as oito equipas que chegam a esta última etapa transitam para o Global Management Challenge.

Vencer a competição
A equipa que venceu este ano, na final realizada este mês, é formada por Samuel Pires e Cristina Costa, alunos do mestrado em contabilidade, fiscalidade e finanças empresariais e também por Leandro Felício, de gestão e Tiago Sanches, do mestrado em gestão e estratégia industrial. “Esta é uma área de interesse para mim e aquela que eu estudo e por isso todas as oportunidades que tenha de aplicar o que aprendo, aproveito-as ao máximo”, refere Cristina Costa. Integrou pela primeira vez a iniciativa do ISEG e estreia-se no Global Management Challenge. Acredita que estes desafios “dão uma boa noção da realidade e daquilo que vamos fazer no futuro e por isso são uma aprendizagem”.

Tiago Sanches, seu colega de equipa, acrescenta que “aplicam-se as ferramentas que aprendemos nas aulas” e na competição nacional, a ambição é vencer. Um desejo partilhado por Samuel Pires que na edição de 2018 da competição nacional ficou em segundo lugar do seu grupo, na segunda volta. “O Global Management Challenge é um novo desafio, temos sempre contextos diferentes e acabamos por melhorar a cada participação”. Na sua opinião as simulações de gestão estimulam o pensamento crítico e analítico. “Vemos as coisas de outra perspetiva. Não estamos a estudar pelos livros, não é só teoria e desafiam-nos”, acrescenta. Leandro Felício realça o trabalho em equipa que funcionou bem e ajudou à vitória.

Para Clara Raposo, presidente do ISEG “os estudantes tem tido ao longo de dez anos a oportunidade de utilizar um simulador de gestão que reproduz de forma muito próxima a realidade da vida empresarial”. E sendo esta uma ação que já decorre nesta instituição de ensino há tantos anos, tem acompanhado as alterações que a SDG tem vindo a introduzir no simulador. Na opinião da professora tanto a prova interna como a nacional “trabalham competências importantes que servem de treino e aprendizagem para a vida”. Entre elas aponta o saber gerir o tempo, aprender a liderar e a trabalhar sob pressão.

Estágios para os alunos
As três equipas com melhor classificação recebem como prémio estágios na Caixa Geral de Depósitos. João Matoso Henriques, CEO da SDG, lembra que a parceira com o ISEG é uma das mais antigas e foi aqui que a competição nasceu, no final dos anos 70. “O ISEG Management Challenge e mais tarde a competição nacional permitem testar conhecimentos, desenvolver competências que não são trabalhadas em ambiente académico o que faz com que esta experiência extracurricular seja de grande valor para todos os participantes”, finaliza.

Classificação após a 1.ª decisão – 1.ª volta (clique aqui)
VEJA AS CLASSIFICAÇÕES TOTAIS EM WWW.EXPRESSO.SAPO.PT/WORLDGMC

REGRESSO DA PROVA
São 200 as equipas que estão a participar na primeira volta da edição de 2019 do Global Management Challenge. Como é habitual e após a tomada da primeira decisão, cujos resultados publicamos na tabela anexa, as equipas terão de tomar mais quatro decisões, ao longo das próximas quatro semanas. Neste processo terão de decidir sobre áreas como marketing, finanças, recursos humanos e produção, da sua empresa. Na quinta decisão da primeira volta, as formações que estiverem na liderança dos seus grupos passam à segunda fase, agendada para outubro. Para já e esta semana a Fujitsu é a empresa com mais equipas na liderança de grupos, no total de seis. Segue-se-lhe a EDP com cinco e a Caixa Geral de Depósitos com três.

Veja a reportagem SIC: (clique aqui)

Jornalista/EXPRESSO: Maribela Freitas
Fotógrafo/EXPRESSO: João Girão

Últimas Notícias

Patrocinadores

Apoios

Parceiros

Contacte-nos

Tem alguma questão? Envie-nos uma mensagem rápida, e respondemos o mais rápido possível.

Não consegue ler? Mude o texto. captcha txt

Insira o texto para pesquisar e pressione Enter

Banner_bg_alternativoBanner_bg_alternativo