SDG
EXPRESSO
SIC
|

Alunos de Coimbra inscrevem equipas na prova

in Expresso, 19 de Outubro de 2019

Legenda da foto: Filipa Freitas, da SDG, na sessão de esclarecimento realizada esta semana na Universidade de Coimbra.

Neste desafio, os estudantes aprendem a tomar decisões e a resolver problemas e contactam com o mundo real das empresas.

Estudantes das áreas de Economia e de Administração Público-Privada da Universidade de Coimbra (UC) inscreveram já equipas para participar na segunda edição da primeira volta do Global Management Challenge que arranca no início de novembro. A expectativa com esta experiência é colocar em prática conhecimentos adquiridos e ter um maior contacto com a realidade empresarial.

Sérgio Cecconello e mais três colegas de Economia já garantiram a presença nesta competição de estratégia e gestão. Explica que foi um docente que o motivou a integrar a prova. “Fiz um curso de análise de investimento aqui na UC e o professor tinha participado na competição e contou que dá uma grande experiência prática aos alunos. Na faculdade aprendemos muita coisa teórica e ter um contacto com o mundo real é bom”, frisa.

Obter mais conhecimentos sobre análise de investimento e perceber como uma organização opera no seu dia a dia são aspetos que Sérgio Cecconello espera apreender com a sua passagem por este desafio e acredita que o irão ajudar na sua vida futura. Este estudante de Economia esteve presente, juntamente com colegas da área de administração público-privada que também já inscreveram a sua equipa, numa sessão de apresentação sobre o Global Management Challenge realizada esta semana na UC.

Filipa Freitas, diretora de marketing e comunicação da SDG, entidade que em conjunto com o Expresso organiza a competição, explica que é importante ir às universidades mostrar aos alunos o que esta iniciativa é e qual tem sido o seu percurso. “Ao falarmos diretamente com os estudantes temos a oportunidade de mostrar o que esta prova pode oferecer em termos de aprendizagem e também de motivar a sua participação”, salienta.

Para Claudino Ferreira, vice-diretor da Faculdade de Economia da UC este desafio é muito interessante e relevante para os seus alunos, na medida em que associa a educação formal que adquirem na universidade a outros contextos formativos. “Vão aplicar os conhecimentos já obtidos e adquirir novas competências que hoje têm de ser integradas no processo de aprendizagem de quem está a preparar-se para entrar na vida ativa”, defende o professor. Entre as competências trabalhadas salienta o trabalho em equipa, a capacidade de lidar sob pressão com outras pessoas, saber dialogar, estabelecer compromissos, resolver e encarar problemas, bem como ter mais autonomia, responsabilidade, assertividade e capacidade de tomar decisões.

Jornalista/Expresso: Maribela Freitas
Foto: DR

Últimas Notícias

Patrocinadores

Apoios

Parceiros

Contacte-nos

Tem alguma questão? Envie-nos uma mensagem rápida, e respondemos o mais rápido possível.

Não consegue ler? Mude o texto. captcha txt

Insira o texto para pesquisar e pressione Enter

Minhonova SBE