SDG
EXPRESSO
SIC
|

Final internacional disputada por 25 países

in Expresso, 29 de Junho de 2019

Legenda da foto: Para vencer a final internacional, as equipas dos vários países terão de tomar cinco decisões de gestão.

No próximo dia 7 de julho, em Ecaterimburgo, será revelado o campeão mundial da edição de 2018 do Global Management Challenge.

A cidade de Ecaterimburgo, na Rússia, acolhe nos dias 6 e 7 de julho a final internacional da edição de 2018 do GlobalManagement Challenge. O evento vai ser disputado por 25 países, oriundos da Europa, Ásia, Áfri ca e América e as equipas terão dois dias para provarem o que valem na área da gestão. Brasil, República Checa, Estónia, Grécia, Hong Kong, Kuwait, Macau, México, China, Polónia, Portugal, Eslováquia, Espanha, Panamá, Rússia, Angola, Benim, Índia, Costa do Marfim, Nigéria, Arménia, Bielorússia, Cazaquistão, Quirguistão e Senegal são os países que vão estar a competir pelo título mundial.

As equipas dos países vão ser divididas aleatoriamente em quatro grupos e no primeiro dia de prova, da semifinal, a 6 de julho, terão de tomar cinco decisões de gestão sobre os destinos da empresa que estiverem a dirigir. Passam para o dia seguinte, o da finalíssima, as duas equipas mais bem classificadas de cada Áfrium dos quatro grupos. Serão estas que irão disputar a fase final, no dia 7 de julho. Chegadas a esta fase, terão mais uma vez de tomar cinco decisões de gestão e vencerá o país que obtiver o melhor valor de desempenho da sua empresa.

Portugal é representado este ano por uma equipa de quadros da Caixa Geral de Depósitos. Apesar de o banco apoiar a inscrição de equipas há já vários anos, foi a sua primeira vitória nacional e consequentemente é a sua estreia no evento internacional. Há 20 anos que Portugal não vence uma final internacional do Global Management Challenge, tendo sido a última vez na edição de 1998.

A Rússia, que acolhe pela terceira vez uma final mundial e nos doze anos que leva de participação na competição, já venceu por cinco vezes este evento e é mais uma vez um forte candidato ao título. A China e Macau que acumulam alguns títulos mundiais, bem como a República Checa que venceu a final de 2017, são também fortes candidatos à vitória. Vyacheslav Shoptenko, organizador da prova na Rússia, aponta o Centro Presidencial Boris Ieltsin, um espaço social, cultural e educacional e o museu militar, como dois locais a visitar em Ecaterimburgo. Polo industrial e cultural, a cidade tem cerca de 1,5 milhões de habitantes, foi fundada em 1723 tendo recebido o seu nome em homenagem à czarina Catarina, mulher de Pedro, o Grande.

Anualmente estudantes e quadros, divididos por cerca de duas mil equipas, participam no Global Management Challenge, na Rússia. A competição conta ainda, neste território, com o apoio da agência nacional para as iniciativas estratégicas.

Jornalista/Expresso: Maribela Freitas
Foto: DR

Últimas Notícias

Patrocinadores

Apoios

Parceiros

Contacte-nos

Tem alguma questão? Envie-nos uma mensagem rápida, e respondemos o mais rápido possível.

Não consegue ler? Mude o texto. captcha txt

Insira o texto para pesquisar e pressione Enter

genéricaEcaterimburgo