SDG
EXPRESSO
SIC
|

Desafio português chega ao Líbano

In Expresso, 18 de Junho 2016

Global Management Challenge continua a sua expansão internacional e desta vez alcançou mais um país localizado no Médio Oriente

O Líbano é a mais recente entrada para a rede de países que desenvolvem esta competição portuguesa de estratégia e gestão, criada há 37 anos pelo Expresso e a SDG. A expectativa é para que a primeira edição libanesa arranque já no próximo ano.

“A oportunidade de realizar o Global Management Challenge no Líbano surgiu devido ao interesse do nosso parceiro do Koweit e Qatar em expandir para este país. O sucesso alcançado nestes dois últimos destinos motivou o parceiro a alargar a sua zona de intervenção”, conta João Matoso Henriques, CEO da SDG. Neste novo destino a competição vai ser organizada pelo Adnar Group que em conjunto com a organização internacional vai tentar avançar ainda este ano com a sua primeira edição, ou o mais tardar no início de 2017.

Nos últimos anos a expansão mundial desta iniciativa tem estado centrada especialmente no continente africano e no Médio Oriente. “No contexto macroeconómico atual a aposta no Médio Oriente é uma realidade incontornável”, refere João Matoso Henriques. E o Global Management Challenge não foge à regra, tendo em conta o sucesso que esta iniciativa portuguesa já alcançou nos Emirados Árabes Unidos, Koweit e Qatar. É neste último país que se vai realizar a próxima final internacional, referente à edição de 2016 e que está agendada para abril de 2017, na cidade de Doha.
O Irão e agora o Líbano rematam os países do Médio Oriente que adotaram esta simulação.
O CEO da SDG refere ainda que “a intenção é continuar a apostar nesta geografia e crescer aqui de forma sustentada”.
Presente em mais de 30 países
No verão de 1979 foi lançada em Portugal esta competição que no ano seguinte teve a sua primeira edição com a participação de cerca de 100 equipas.

Um ano depois, em 1981, iniciou o processo de internacionalização com a entrada no Brasil.
A este juntaram-se diversos países europeus e em 1995 chegou à China e em 1996 a Hong Kong e Macau. A entrada na Ásia credibilizou a prova e deu grande impulso à sua expansão mundial.
No ano 2000 deu-se a entrada da Polónia. Uma adesão que abriu a porta do mercado do leste europeu e hoje são vários os países desta região que desenvolvem a competição. Entre eles contam-se a Rússia que já teve cerca de três mil equipas inscritas numa só edição.

Atualmente são mais de 30 os países onde o Global Management Challenge está presente.
“A nossa visão estratégica passa muito pelo foco na área internacional e grande parte do nosso tempo é dedicado ao negócio e parceiros internacionais”, frisa João Matoso Henriques. A intenção é continuar a crescer dentro e fora de Portugal a organização está a estudar a entrada de mais países.

M.F.

Últimas Notícias

Patrocinadores

Apoios

Parceiros

Contacte-nos

Tem alguma questão? Envie-nos uma mensagem rápida, e respondemos o mais rápido possível.

Não consegue ler? Mude o texto. captcha txt

Insira o texto para pesquisar e pressione Enter

222 (1)sssssss