SDG
EXPRESSO
SIC
|

Equador quer 50 equipas na sua primeira edição

in Expresso, 14 de Setembro de 2019

Legenda da foto: A final internacional da edição de 2019, que irá decorrer em Lisboa em 2020, vai contar com uma equipa do Equador.

O Global Management Challenge vai arrancar neste país até ao final do ano e a organização local quer atrair formações de estudantes e quadros.

O Brasil, México, Panamá e agora também o Equador são os países do continente americano onde o Global Management Challenge está presente.

A primeira edição equatoriana vai arrancar até ao final deste ano e a organização local tem como meta atingir as 50 equipas inscritas. “Nesta primeira edição queremos atrair tanto estudantes universitários como quadros de empresas. Este desafio é uma excelente oportunidade para universitários e jovens profissionais experimentarem a direção de uma empresa e colocarem em prática os seus conhecimentos nesta área, através desta simulação de gestão”, explica Leonardo González, organizador da prova no Equador. Acrescenta ainda que esta é uma experiência educativa e de competição internacional, já que a equipa equatoriana vencedora de 2019 irá representar o seu país na final internacional que se realizará em Lisboa, em maio do próximo ano.

Leonardo González organiza também esta iniciativa no Panamá. Foi devido ao sucesso alcançado neste país que apostou na expansão agora para o Equador. Na sua opinião, uma das qualidades deste desafio é permitir aos participantes desenvolverem e consolidarem competências na área da gestão e encoraja-os também a quererem ser melhores naquilo que fazem. “Quem passa por este exercício prático torna-se mais produtivo e terá a oportunidade de experimentar o processo de definição e execução de uma estratégia empresarial. Os participantes analisam cenários, tomam decisões e trabalham em equipa e com tudo isto estarão a desenvolver competências cruciais que garantirão às empresas profissionais mais preparados”, finaliza Leonardo González.

João Matoso Henriques, CEO da SDG, explica que para já o Global Management Challenge não tem uma presença muito forte no continente americano, mas a organização internacional está empenhada em aumentar essa representação. Espera que a competição seja bem sucedida neste novo país, apesar da primeira edição ser sempre um desafio, onde é necessário começar do zero, com a divulgação junto dos estudantes e a captação do interesse no mercado empresarial. Mas acredita que a reputação internacional desta iniciativa portuguesa irá ajudar em todo este processo.

A competição está atualmente presente em 37 países distribuídos pelos cinco continentes. Além do Equador, a Austrália, Nova Zelândia e Arábia Saudita foram as mais recentes adesões, registadas este ano.

Jornalista/Expresso: Maribela Freitas
Foto: DR

Últimas Notícias

Patrocinadores

Apoios

Parceiros

Contacte-nos

Tem alguma questão? Envie-nos uma mensagem rápida, e respondemos o mais rápido possível.

Não consegue ler? Mude o texto. captcha txt

Insira o texto para pesquisar e pressione Enter

Equipas_Internacionaismilestone