SDG
EXPRESSO
SIC
|

Um desafio que testa as capacidades de um gestor

in Expresso, 14 de Abril 2017

Legenda da foto: Para Ricardo Parreira a dimensão internacional da prova, presente em 30 países, é um indicador do seu sucesso.

Ricardo Parreira, CEO da PHC Software, explica que a passagem pelo Global Management Challenge lhe deu ensinamentos que hoje aplica na gestão diária da empresa que criou há 27 anos.

Nos anos 80, quando estava a estudar gestão na Universidade Católica de Lisboa, Ricardo Parreira participou no Global Management Challenge. Após 30 anos dessa experiência o CEO da PHC Software continua a aplicar o que aprendeu na altura e que continua válido no mundo dos negócios.

Foi há 27 anos, após ter terminado a licenciatura que este antigo participante criou a PHC, uma multinacional portuguesa que se dedica a desenvolver soluções inovadoras de gestão para melhorar a capacidade competitiva das empresas. Conta que resolveu fazer parte da prova, estava ainda a estudar porque a ideia de jogar em grupo e com quantidade elevada de informação lhe parecia aliciante.

Em jeito de balanço conta que “aprendi várias coisas que marcam hoje o meu percurso profissional”. A primeira foi que este era um jogo de gestão mais difícil do que parecia à partida. “Depois o que é o efeito borboleta, ou seja, que uma decisão mínima numa área pode afetar todas as outras e na vida como no jogo é fundamental conseguir-se ligar os diferentes pontos de causa e efeito”, explica. Por fim, retirou outro ensinamento referente à liderança no coletivo, o de que “é muito difícil tomar decisões de grupo sem um líder”, salienta.

Para Ricardo Parreira as dificuldades e desafios obrigam os participantes a ultrapassar barreiras de tomada de decisão muito complexas e podem crescer com esta experiência. “Ser colocado em grupos sem líderes para tomar decisões críticas é uma prova pela qual todo o gestor deveria passar”, frisa. A quem vai integrar a edição de 2017 aconselha a desenvolver uma estratégia muito sólida e a levá-la até ao fim. “É também importante definir na equipa quem terá a decisão final, pois a liderança ajuda a desbloquear processos, permite poupar tempo e será fundamental ao longo deste desafio”, finaliza.

Maribela Freitas

Últimas Notícias

Patrocinadores

Apoios

Parceiros

Contacte-nos

Tem alguma questão? Envie-nos uma mensagem rápida, e respondemos o mais rápido possível.

Não consegue ler? Mude o texto. captcha txt

Insira o texto para pesquisar e pressione Enter

suplemento_imagemMacau (800x532)