SDG
EXPRESSO
SIC
|

AlumniGMC

“A criação deste núcleo visa estreitar os laços com quem já participou na competição”, revela Luís Alves Costa, presidente da SDG e fundador do Global Management Challenge.

A organização lança diversas iniciativas dedicadas aos milhares de participantes do Global Management Challenge, como é o exemplo das “Conversas com Sucesso”. Estes eventos têm sido uma constante nas várias edições do Global Management Challenge.

São publicados vários artigos no Expresso com AlumniGMC que nos brindam com as recordações da sua participação na competição e que aproveitam e dão conselhos aos actuais participantes.

Eventos Conversas com Sucesso

A Organização anualmente organiza eventos dedicados aos participantes das edições anteriores mas convida também os actuais participantes, as empresas e as universidades envolvidas na competição:

Artigos AlumniGMC

A Organização anualmente organiza eventos dedicados aos participantes das edições anteriores mas convida também os actuais participantes, as empresas e as universidades envolvidas na competição:

Portugal pode voltar a crescer

Tema do Evento: Portugal pode voltar a crescer Orador: José Gomes Ferreira, Sub-director de informação da SIC (TV) Numa análise à actualidade, José Gomes Ferreira referiu que “o Governo prometeu [...]

O empreendedorismo e a inovação

Tema do Evento: O empreendedorismo e a inovação Orador: Carlos Oliveira, secretário de Estado do Empreendedorismo, Competitividade e Inovação Carlos Oliveira, secretário de Estado do [...]

page  3  of  3

Testemunhos

  • 1ª Participação em 1989 in Expresso em 13 de Junho 2014 “Um desafio que ensina a decidir sob pressão” Conta que nessa altura a tecnologia associada à competição era bem diferente da atual e que com esta experiência aprendeu a trabalhar em equipa, a decidir sobre pressão e a definir de forma rápida uma estratégia. “Tenho ótimas memórias da participação, foi um desafio interessantíssimo e exigente, em que conseguimos criar um excelente espírito de grupo”, explica Miguel Campos Cruz. Dessa época Miguel Campos Cruz relembra que “trabalhávamos com discos flexíveis e com ficheiros em Lotus 123. Não tínhamos telemóveis o que ajudou muito à nossa coesão”, afirma. Numa análise mais detalhada ao que aprendeu na competição, Miguel Campos Cruz revela que “foi um estímulo para a capacidade de adaptação e de definição rápida de uma estratégia. A final foi um contributo interessante não apenas para a nossa capacidade de funcionamento sob pressão, mas também para a capacidade de compreensão do funcionamento sistémico de um conjunto de variáveis e forças de mercado”.

    Miguel Campos Cruz
    Miguel Campos CruzAlumni GMC - artigo completo aqui
  • 1ª Participação em 2007 in Expresso em 21 de Junho 2014 É uma experiência formativa que abre horizontes. Em setembro vai começar um MBA em Xangai e por isso está ausente desta edição da competição. Numa análise às suas cinco participações revela que “este desafio permitiu-me desenvolver várias competências, nomeadamente a capacidade de gestão, o espírito de grupo, o trabalho em equipa e decidir sob pressão, especialmente nas finais nacionais. No fundo acredito que esta prova fez com que aprendesse novos conceitos e colocasse em prática outros que já possuía. Posso dizer que no meu currículo vem lá referido os dois terceiros lugares obtidos em finais nacionais”. Este antigo participante conta ainda que o Global Management Challenge, organizado pelo Expresso e a SDG, ensinou-lhe a ceder e a justificar os seus pontos de vista perante a equipa, o que desenvolveu a sua capacidade de argumentação. Filipe Gafaniz chegou à conclusão de que gerir uma empresa não é um processo muito complexo. “Parece algo impossível e inatingível mas, com decisões racionais e equilibradas é possível ter sucesso no mundo empresarial”, salienta.

    Filipe Gafaniz
    Filipe GafanizAlumni GMC - artigo completo aqui
  • 1ª Participação em 1987/88 in Expresso em 28 de Junho 2014 “Oportunidade para aprofundar conhecimentos de gestão” Desse tempo recorda as tardes de trabalho com os colegas de equipa para a tomada de decisão e sendo licenciado em engenharia mecânica, a forma como a competição lhe permitiu aprofundar conhecimentos na área da gestão. Dos anos 80 relembra os sábados à tarde, quando a sua equipa se reunia e com a ajuda de uma folha de cálculo da Lotus 123 iam criando modelos e fazendo simulações. “Era um mundo muito diferente daquele que vivemos hoje, trabalhávamos muito com papel, lápis e borracha. Recordo-me de recebermos os resultados das decisões em listagens de computador, no famoso papel-zebra e preenchíamos uns formulários com as respostas para enviar para a SDG”. José Galamba de Oliveira considera que desde a altura em que participou na competição até agora, esta evoluiu imenso, tanto do ponto de vista funcional como técnico. “Sob o ponto de vista funcional hoje abarca um maior número de variáveis de gestão e introduz conceitos como o outsourcing. Sob o ponto de vista técnico, a evolução é ainda mais notória, com todas as novas formas de comunicação proporcionadas pela internet”, salienta.

    José Galamba de Oliveira
    José Galamba de Oliveira1ª Participação em 1987/88 in Expresso em 28 de Junho 2014- artigo completo aqui

Inscrição AlumniGMC

Consulte os estatutos do
AlumniGMC aqui.

O seu nome (obrigatório)

O seu email (obrigatório)

1º Ano de participação (obrigatório)

Assunto

A sua mensagem

Contacte-nos

Tem alguma questão? Envie-nos uma mensagem rápida, e respondemos o mais rápido possível.

Não consegue ler? Mude o texto. captcha txt

Insira o texto para pesquisar e pressione Enter